Ballet - Voltando aos 30

15:23 Thais Lopes 0 Comments


Olá! Como estão?

Amo ballet, dançar, adorar a Deus!!!
E você, gosta de dançar?

Comecei tarde, aos 17 anos na igreja, um bailarino viu meus pés e disse que eu seria perfeita para dançar ballet ( sendo que desde pequena amava dançar e assinava atrás das minhas fotos: Thais Flash Dance,kkkkk), pois é,rs!
Foi aí que tudo começou e tive aulas particulares com ele. Aos 21 anos tive meu filho Pedro e parei com as aulas particulares com 19 anos. Aos 25 anos aprendi coisas sozinhas com aulas online. Aprendia tudo lendo e assistindo vídeos.
Aos 27 anos eu retornei ao Ballet, frequentando uma Casa de Dança conhecida em meu bairro e fiquei 1 ano apenas.
Hoje caminhando para os 31 ( 23/04 ), volto a treinar e como é bom dançar!
Estou bem enferrujada, com aquela barriguinha do pão, da pizza de ontem,haha...
mas terei objetivo e sem olhar pra trás vou conseguir minha tão sonhada formação.

O que fiz nesse treino?
Relembrei...

  • Rond de Jambe - que significa "círculo da perna". Eles são, na verdade, semi-círculos, retornando pela primeira posição para repetir, pode-se dizer criar a letra 'D' no chão. De frente para trás, rond de jambe en dehors, ou de trás para frente rond de jambe en dedans.

PASSE PELA PRIMEIRA
Quando repetir o movimento várias vezes precisa passar pela primeira posição.
CUIDE DO ARCO DO PÉ: ao passar pela primeira cuidado para não deixar tombar o arco de pé pra frente, Levante o tornozelo para manter o arco do pé levantado.

NÃO MEXA O QUADRIL
O movimento das pernas deve ser independente, sem mexer o quadril e até mesmo o tronco. Mantendo sempre o en dehors.



PERNA DE BASE
Mantenha seu eixo na perna de apoio, que deve estar alongada.

DINÂMICA
A acentuação do rond jambe acontece no começo, ao abrir o movimento (na frente no devant e atrás do derrière)

Função: Preparação das pernas para os movimentos de rotação circular, com a preparação e fortalecimento da rotação aberta do quadril.




E você é bailarina? Não é mais? Parou por quê? Está esperando o que para voltar?

Um grande

0 comentários: