Amor ou Amizade?

17:31 Thais Lopes 0 Comments



Todos já amamos, mas só sabemos que não é amor de verdade quando tudo acaba. Por que tudo tem que ser tão... apenas tão?” 

- Amor ou Amizade? Sentimentos tão duvidosos dentro de mim...

Eis que tudo começa novamente... parece aquela novela MALHAÇÃO...
Mês de fevereiro...passa...chega março...ops conheci um novo amigo.
Já que eu só fazia amizade com meninas.

Tá, agora tenho 15 anos...humm segundo mamãe já posso namorar.
Fase esquisita da minha  vida porque eu sou meio estranha, me visto estranha... hard core? 
Alguns colegas acham que sou lésbica, por não ficar com nenhum menino aqui da escola. 

- Problema deles...se pensam isso!

Outro dia falo sobre isso. Meu amigo é o Léo... o apelidei de Pedacinho do Céu. Não é que esse apelido pegou?
Tínhamos o skate em comum...músicas e gostos. Não nos desgrudávamos.
Sentava ao seu lado todo dia.
Andávamos de mãos dadas.

Chegou em maio... ele sumiu!
Me senti péssima!
Que amizade mais estranha.
Minha amiga perguntou se isso não era amor...
Que raio de amor o quê!
Será?

Ele apareceu no final de maio ... seus pais tinham viajado, iam ter que mudar de bairro...talvez de cidade! Eu tremi na base...
Meu grande amigo ou talvez " amor " sairia da escola.
Chorei muito. O pior é que eu estava esquisita, eu mudei...fiquei muito quieta.
Eu tentava dizer pra ele que eu o amava...mas não consegui.
Ele não entendia nada, porque eu estava assim.

Até que um dia alguém da sala comentou com ele que eu gostava dele...

Pronto ele já sabia... que chato isso! 
Ele veio me procurar e eu desmenti, claro! Vai que perco minha amizade. Nada disso!
O pior é que ele foi se afastando de mim...e eu sofrendo.
Puxa! Eu não sou boa em amores... acho que ninguém irá me amar...

Comecei a mudar de look... fiquei loira e de cabelo liso. Passei a ficar mais bonitinha...kkkk
Ele me elogiou e voltamos nossa amizade normal. De vez em quando em nossas conversas pintava aquele silencio cavernoso...kkkk e um olhava para o outro.
Uma mão em cima da outra... uma perna ali...ou bem aqui... um abraço...

Parecia que ele desejava algo ( achavam que ele era gay, pois não tinha reação comigo e eu não fazia nada também ), realmente eu era correspondida... mas não acontecia nada entre nós. Além de risos, abraços ...

O ano terminou e nossa amizade junto com ele... não brigamos!
Ele apenas mudou-se! 
Respirei bem forte e satisfeita por ter tido uma ótima amizade. E tranquila apelei para Deus um ciclo novo em minha vida... sem amores frustrantes!



0 comentários: